Log in

Ibira perde o Street Rock

DARMOS OS NOSSO GRITO DE INDEPENDÊNCIA EM PLENO MUSEU DO IPIRANGA SERIA, NO MÍNIMO, SIMBÓLICO

Apesar dos esforços por parte da organização do Street Rock, ao longo das três últimas semanas, e dos cinco anos de shows ao vivo no local, foi determinado, por parte da Secretaria Geral de Administração da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, que o evento não poderá continuar a ser realizado no Bolsão da Assembléia, em frente ao Parque do Ibirapuera. Sob a alegação de que “existem estudos em andamento entre a Assembléia Legislativa e a Municipalidade para que aquele espaço seja transformado em logradouro público”, a Secretaria Geral “convidou” o Street Rock a se retirar em definitivo do Bolsão. Ou seja, em troca de cinco etapas por ano apresentando as melhores bandas de rock independente de São Paulo ao custo de um quilo de alimento, você ganha um “logradouro”. Segundo o Aurélio, seu “presente” pode tanto ser um “espaço destinado a circulação pública” ou uma “pastagem pública para o gado.” Cabe a você, levando em conta o cuidado, a atenção e as inúmeras opções culturais que tem recebido por parte do Poder Público, escolher, entre as duas definições, a mais apropriada. Tendo em vista a perda do Bolsão para a realização do evento, a organização vem trabalhando em busca
de um novo espaço para “abrigar” o Street Rock e seu público fiel, que vem prestigiando o evento com a sua presença incondicional nesses últimos cinco anos. Entre os prováveis locais para que as cinco etapas deste ano sejam realizadas, o Parque Dom Pedro e o Museu do Ipiranga destacam-se como principais candidatos, com ligeiro favoritismo para o último. Darmos o nosso grito de independência em 2006, depois de todo o imbróglio político no qual o evento foi envolvido, em pleno Museu do Ipiranga, seria, no mínimo, simbólico. Já que estaríamos às margens do riacho do Ipiranga, onde D. Pedro I declarou a independência do país em 1822. Em função da perda do Bolsão, e do novo local para a realização do evento ainda não estar 100% confirmado, as datas do calendário deste ano deverão ser remarcadas em breve. O que podemos adiantar é que a etapa marcada para o dia 25 de junho não será realizada. Mas garantimos, desde já, que não pouparemos esforços para realizar as cinco etapas prometidas para 2006. Não importa aonde e quando, desde que possamos continuar contando com os fãs do Street Rock. Independência ou morte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *